(27) 99876-5489   |   (27) 3227-1313
  • Home
  • Exames complementares em oftalmologia

Exames complementares em oftalmologia

Verion Guided System

O Sistema Guiado por Imagens VERION®, através da Unidade de Referência VERION® e o Marcador Digital VERION® agregam alta tecnologia permitindo ao cirurgião personalizar a cirurgia de catarata de acordo com as características de cada paciente, tornando a cirurgia mais segura e precisa.

Pacientes com catarata buscam cada vez mais melhores resultados visuais com o objetivo de abandonar os óculos após uma cirurgia de catarata. Por isso, nunca foi tão importante trabalhar de forma assertiva para reduzir o erro refrativo com lentes intraoculares de alta tecnologia e com dispositivos que ajudam a posicionar as lentes perfeitamente de acordo com a necessidade de cada paciente

O Verion Guided System vem para atender a essa necessidade e traz um processo inovador para a cirurgia de catarata. A partir de imagens minuciosas do olho de cada paciente, o Verion ajuda o cirurgião a planejar cada etapa da cirurgia de catarata. Começando por um mapeamento que ajuda a determinar a biometria e selecionar a melhor opção de lente intraocular, o Verion captura uma imagem digital de referência em alta resolução do olho do paciente. Esta impressão digital do olho servirá para registrar e rastrear o olho durante todo o procedimento, fornecendo uma referência visual que auxilia e guia o cirurgião.

O sistema indica onde serão realizadas as incisões, marcações da capsulotomia – técnica usada para remover o cristalino – e do posicionamento correto das lentes intraoculares, principalmente nos casos de astigmatismo ou de lentes multifocais. Durante cada etapa da cirurgia o Verion faz ajustes em tempo real, conforme o olho do paciente se movimenta, garantindo um resultado final ainda mais preciso.

Verion
Verion
Verion

Tomografia de Coerência Óptica

O STRATUS OCT produz imagens com alto grau de detalhes da retina, a camada mais interna do interior do olho e é o primeiro e único equipamento que pode “enxergar” sob a superfície da retina. O STRATUS OCT é um avanço importante em tecnologia de ponta na oftalmologia.

Este novo sistema permite ver claramente as estruturas internas dentro dos olhos e, assim, os problemas podem ser identificados e tratados antes mesmo que eles progridam. O aparelho não toca o olho, desta forma, não há qualquer desconforto no paciente. Ele também é seguro, sem necessidade de contraste ou corantes, e requer apenas alguns minutos para examinar todo o olho. Geralmente é necessário dilatar o olho do paciente portanto é melhor ir acompanhado.

Tomografia de Coerência Óptica

Microscopia Especular

Exame para avaliação quantitativa e qualitativa das células endoteliais, responsáveis pela manutenção e transparência da córnea. Suas indicações incluem: avaliação pré e pós-operatória de cirurgias como: catarata, transplantes de córnea, indicado também para usuários crônicos de lentes de contato, implante de lentes intraoculares e no acompanhamento de doenças corneanas. É um exame indolor e de rápida execução.

O paciente deve estar sem lentes de contato caso faça uso. Para sua realização é necessário apenas que o paciente fixe o olhar numa luz dentro do aparelho. Geralmente não necessita de acompanhantes.

Microscopia Especular

Biometria ultrassônica de imersão

Exame para mensurar as dimensões ântero-posteriores das diversas estruturas oculares, cálculo dos graus de lentes intraoculares para as cirurgias de catarata, auxílio no planejamento dos transplantes de córnea. Com o grande avanço das lentes intraoculares na cirurgia de catarata, tornou-se fundamental a obtenção de um método eficiente para cálculo do grau da lente intraocular a ser implantada. É um exame indolor e de rápida execução. Geralmente não necessita de acompanhantes.

Biometro

Biometria por interferometria óptica

Possibilita aos cirurgiões maior segurança e qualidade nas cirurgias de catarata. O Lenstar® fornece medidas ópticas a laser com alta precisão de todas as seções oculares – da córnea à retina – e é o primeiro biômetro óptico capaz de medir a espessura do cristalino.

Com a integração das fórmulas Olsen, Barrett e Hill RBF e o planejamento de LIO tórica, o Lenstar® oferece ao usuário a melhor tecnologia para a previsão de LIO.

Biometria ultrassônica de imersão

Refratometria Automática Computadorizada

Exame para estudo inicial das condições ópticas do olho, fornecendo a avaliação quantitativa da miopia, hipermetropia e astigmatismo. É um exame indolor, não atrapalha a visão e de rápida execução. Geralmente não necessita de acompanhantes.

Refratometria Automática Computadorizada

Tonometria Pneumática sem contato

Mede a pressão intraocular sem a necessidade de uso de colírios. Não é considerado padrão ouro na medida da pressão intraocular mas importante para screening de pacientes glaucomatosos. Geralmente não necessita de acompanhantes.


Mapeamento de Retina

Exame que avalia as estruturas internas dos olhos (retina, nervo óptico e vasos). Este exame é capaz de analisar a retina e o nervo óptico, assim como identificar problemas como o descolamento de retina e também afastar o diagnóstico de glaucoma. Indispensável a dilatação. Exame indicado para avaliar a retina de forma global, dando especial atenção para a região periférica.

BURACO MACULAR

Campimetria Computadorizada

Exame para estudo do campo visual central e periférico. Indicado para pacientes com doenças como glaucoma, doenças retinianas e doenças neurológicas. É um exame em que se detecta a extensão e profundidade de defeitos do campo visual nos casos de glaucoma. Importante para diagnóstico e acompanhamento.

Campimetria Computadorizada

Acuidade Visual com Laser (PAM)

Para avaliação da acuidade visual macular potencial ou seja do potencial de visão em caso de cirurgia. É um exame indolor em que é realizada a dilatação da pupila na maioria das vezes.


Capsulotomia com yag laser

É um procedimento indicado principalmente após alguns casos de cirurgia de catarata. Os pacientes necessitam alguns cuidados especiais após realizá-lo, como por exemplo não pegar peso durante um curto período. É necessário também o uso de colírios após sua realização.

O paciente deve vir acompanhado, independentemente se terá dilatação pupilar ou não, que é realizada dependendo de cada paciente. Procedimento realizado no consultório.

Capsulotomiacom yag laser

Ceratoscopia Computadorizada ou topografia corneana

Exame que mostra a curvatura anterior do olho. Recomenda-se para o paciente que retire as lentes de contato gelatinosas pelo menos 72 hs antes da realização do exame caso faça uso.

Este exame serve para analisar a superfície anterior da córnea e está indicado no pré e pós-operatório de cirurgias refrativas (Lasik, Lasek e PRK), pré-operatórios de catarata, em transplantes de córnea, em pacientes portadores de ceratocone, usuários de lentes de contato rígidas ou gelatinosas, altos astigmatismos, etc. É um exame indolor, não atrapalha a visão e de rápida execução. Geralmente não necessita de acompanhantes.

Ceratoscopia

Paquimetria Ultrassônica

Exame para avaliação da espessura corneana. É indicado nos casos de suspeita e acompanhamento do glaucoma, edema de córnea, acompanhamento de doenças corneanas como o ceratocone, pré e pós-operatórios de cirurgias refrativas como o LASIK e PRK. É um exame indolor, não atrapalha a visão e de rápida execução. Geralmente não necessita de acompanhantes.


Tomografia corneana por Scheimpflug (Galilei)

Sistema de tomografia corneana de alta precisão que utiliza duas câmeras de Scheimpflug e análise tridimensional de segmento anterior, combinando duas tecnologias: imagens de Plácido para curvaturas e de Scheimpflug para elevações.

Utilizado em diagnóstico e acompanhamento de ceratocone, pré e pós operatório de cirurgia refrativa, pré-operatório de cirurgia de catarata, avaliação para implantes de anéis intraestromais, análise da superfície anterior e posterior da córnea.

Tomografia corneana por Scheimpflug (Galilei)

Ultra-som ocular ou ecografia ocular

Biomicroscopia

Aparelho capaz de aumentar em até 40 vezes o tamanho da imagem do olho, importante para detectar e avaliar patologias como catarata, conjuntivites e porventura detectar algumas peculiaridades anatômicas que exijam cuidados específicos.

Tonometria

Consiste na medida da pressão intraocular, que pode estar
alterada em casos de glaucoma, pós-operatórios, trauma, etc. A pressão intraocular independe da pressão arterial do paciente e deve ser medida em visitas de rotina.

Retinografia

Retinografia

É uma fotografia da retina, do nervo óptico ou do fundo do olho. É necessário dilatar a pupila e é feita com auxílio do retinógrafo. As principais indicações são para o diagnóstico e acompanhamento das doenças vítreoretinianas, glaucoma e doenças do nervo óptico.

Angiofluoresceinografia

É um exame em que se obtém imagens digitais da retina após a injeção de um contraste em uma veia do antebraço ou mão, avaliando o seu trajeto nos vasos da coróide e retina no fundo de olho. É um exame importante para o acompanhamento de patologias como: retinopatia diabética, retinopatia hipertensiva, alterações da mácula, tumores oculares e membranas. Angiofluoresceinografia é um exame dinâmico que fotografa o momento da perfusão do contraste de fluoresceína. O paciente deve estar em jejum (6hs sólidos e 3hs líquidos); deve estar acompanhado e não pode dirigir após o exame.

Biomicroscopia de fundo

Avalia em que condição se encontra a retina em diversas patologias e indicações cirúrgicas. É um exame importante para o acompanhamento de afecções como: glaucoma, retinopatia diabética, retinopatia por hipertensão, alterações da mácula, tumores oculares, etc. Indispensável a dilatação e anestesia de córnea através de colírio.

Curva Tensional Diária

São realizadas várias medidas da pressão ocular durante o mesmo dia para avaliar o comportamento da pressão intraocular durante o dia. Indicado nos casos de suspeita assim como no controle e acompanhamento do glaucoma. Na hora do exame é utilizado um colírio que não altera a visão e indolor. É necessário o paciente reservar o dia para isso.

Papilografia

É uma fotografia para avaliar o nervo óptico, obtendo dados importantes no diagnóstico e evolução do glaucoma e ter uma comparação das áreas afetadas. Indispensável a dilatação.

Fotocoagulação a laser

Procedimento realizado para cauterização de lesões da retina, estas podem ser ocasionadas por retinopatia diabética, buracos e degenerações de retina. Deve estar preferencialmente acompanhado. Indispensável a dilatação.

Gonioscopia

Exame para avaliar o ângulo da câmara anterior. É especialmente importante para a avaliação de casos suspeitos de glaucoma, estudo de tumores de íris, nos casos de trauma ocular, etc

Iridectomia com yag laser

Indicado para alguns casos de glaucoma (ângulo fechado ou estreito). Os pacientes devem vir com acompanhante e necessitam alguns cuidados especiais após realizá-lo, como não fazer esforço físico intenso durante um curto período. É um procedimento realizado no consultório.

Teste de Sobrecarga hídrica

Indicado nos casos de suspeita assim como no controle e acompanhamento do glaucoma. São realizadas medidas da pressão ocular após a ingestão de uma quantidade pré determinada de água para avaliar o comportamento da pressão intraocular após esta ingestão.

Sociais responsivo

(27) 3227-1313